O que faz um controller?

O profissional “controller” é o executivo titular da controladoria, responsável por verificar as contas da empresa, planejar, executar e controlar todos os gestores e requer a formação exclusiva como bacharel em Ciências Contábeis. Ele tem poder de decisão semelhante aos proprietários das empresas. Todos os setores hierarquicamente falando são de responsabilidade do controller, ou seja, somente o proprietário ou presidente da empresa está acima dele. Especialistas ressaltam que o salário médio deste profissional é de R$ 9 mil no Brasil.

Cabe a este profissional elaborar relatórios gerenciais mensais demonstrando a realidade da gestão, orientando e recomendando procedimentos a serem adotados com a finalidade de se atingir os objetivos propostos para a empresa. Os relatórios elaborados pelo controller devem ter controles confiáveis e constantes, propiciando à alta direção ou aos acionistas, bem como ao mercado, informação suficiente para a tomada de decisão segura.
A postura deste profissional deve ser sustentada por decisões rápidas, objetivas, práticas, tendo como base seus controles eficientes. Como ele assessora todos os setores da empresa, deve conhecê-los para que possa opinar e orientar para a tomada de decisão mais acertada.

Papel do controller

Para isso, esse profissional precisa ter vivência no mercado em que pretende atuar, saber dos riscos do negócio, os tributos incidentes, custos de produção, valor agregado dos produtos, a qualidade do produto, market-share, as tendências, e perspectivas do mercado, os lucros agregados aos sócios, o capital de giro próprio e de terceiros, os investimentos a curto e a longo prazo, entre outros. Deve conhecer o todo.
Ao controller cabe o papel de controle sobre todos os processos da empresa, analisando itens que restringem ao controle dos processos, e não das pessoas que trabalham na empresa. Tal pessoa deve saber identificar e trabalhar o seu papel para não intervir nas funções dos demais profissionais da empresa.

Principais atribuições do controller:

Busca de informações: Todo material publicado, seja em revistas, jornais, tvs e sites, será material de pesquisa.

Motivação: Motivar equipe para obter bons resultados.

Coordenação: coordenar, verificar, acompanhar.

Planejamento: planejamento de ações a serem realizadas para alcançar melhores resultados.

Outras funções de um contador

Mas essa é apenas uma das funções em que o graduado em Ciências Contábeis pode atuar nas empresas de grande porte. A auditoria contábil é outro ramo que somente bacharel em Ciências Contábeis pode exercer. A auditoria é considerada uma análise cautelosa e sistemática das atividades desempenhadas em certa entidade. Além da aprovação e o registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC) da região em que o profissional pretende atuar, o auditor independente precisa ser aprovado no Exame de Qualificação Técnica. O salário mensal médio do profissional com registro no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI)
é de R$ 16 mil no Brasil.
Outra função para o bacharel em Ciências Contábeis é a perícia contábil, que corresponde a uma série de procedimentos de natureza técnica com o objetivo de resolução de demandas e disputas. É específica, observa os quesitos e pontos controvertidos, apontados judicialmente. Possui foco no aspecto científico de uma prova com o intuito de tornar clara uma controvérsia.
Além destas áreas específicas, são inúmeras as possibilidades para um bacharel em Ciências Contábeis atuar no mercado de trabalho, como exercer a função de analista contábil, consultor financeiro, gerente de contabilidade, diretoria, cargos em órgãos públicos, prestação de serviços, contador em empresas ou em escritório, empreendedor contábil, ensino, entre outros.
“A área de atuação para o bacharel em Ciências Contábeis é vasta e super requisitada pelas empresas. A importância de um contador para cada empreendimento traz a segurança de estar seguindo no caminho certo, naquele que traz os melhores resultados. Com a tecnologia e a inovação, esses dados estão mais rápidos e presentes na vida financeira da empresa”, destaca a coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB),
professora Lucélia Tashima.

Aprendizado contábil na prática

A escolha de uma instituição de ensino superior em Ciências Contábeis também agrega na formação do profissional. Na UCDB, os acadêmicos já no primeiro semestre do ensino presencial ou a distância começam a ter contato com o software Account, o que possibilita o aprendizado da contabilidade de uma forma mais ágil, gerando relatórios contábeis, propiciando mais rapidamente o aprendizado contábil.

Com corpo docente formado por mestres e doutores e com experiência de marcado, o curso busca a formação integral, com projetos práticos, atividades de pesquisa e extensão que enriquecem o currículo e o conhecimento dos acadêmicos.

Atividades práticas

Além disso, parcerias como a Receita Federal, garantem o funcionamento do Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF), na qual os futuros contadores colam a teoria na prática, no atendimento ao cidadão, sob a supervisão de professores especializados.
balcão de atendimento ao contribuinte  é outra maneira do estudante colocar em prática os conhecimentos no preenchimento das declarações do imposto de renda pessoa física, também com a orientação profissional.
Dados da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems), órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), divulgados no início de 2021, mostram que de janeiro a dezembro do ano passado (2020) foram abertas 7.903 empresas no Estado.

Comentários