DESTAQUES

Vestibular Novas Turmas UCDB está com inscrições abertas!

Conheça nossos cursos!

Novidades

Orientação de carreira: 8 dicas para escolher uma profissão

Quando os últimos meses do ensino médio chegam, é comum ser bombardeado com perguntas sobre qual profissão assumir, não é? É justamente nessa hora que as várias dúvidas surgem. Mas será que você sabe qual orientação de carreira seguir?

Escolher uma profissão exige planejamento e priorização das coisas mais importantes. Afinal, é no seu trabalho que você vai passar vários anos da sua vida, certo? Para isso que escrevemos este post, destacando as melhores dicas sobre o assunto. O que você acha de continuar com a gente nesta leitura?

1. Entenda seus gostos e interesses

Ganhar dinheiro e fazer o que gosta não precisam ser coisas incompatíveis. Na infância, é comum ouvir conselhos como “faça o que dá prazer”, não é? Tem um motivo importante por trás desse conselho. Pessoas que se divertem com seu trabalho tendem a ser mais empenhadas e motivadas.

Ainda assim, chegar nesse resultado não é tão simples quanto parece. Nem sempre sabemos de que gostamos, e um pequeno processo de “descoberta” precisa acontecer na vida da maior parte das pessoas.

Digamos que você já saiba. Qual é o próximo passo? Na prática, é transformar seus gostos em uma profissão — ou encontrar a que mais tem a ver com você. Procure entrar em contato com pessoas que têm interesses em comum e veja se conseguem viver do que gostam.

2. Busque o máximo de informações sobre todas as profissões

Existem muitos detalhes que fazem a diferença na hora da escolha da profissão. Você pode começar observando o perfil do profissional e ver se consegue se identificar. Por exemplo, profissionais de Jornalismo tendem a ter um perfil antenado e pontual, enquanto médicos têm como requisito a vontade de ajudar as pessoas.

O mercado de trabalho também faz diferença. Existe uma boa chance de empregabilidade na área que você quer atuar? O salário é compatível com o estilo de vida que você gostaria de ter? As respostas para essas perguntas são importantes.

Outro ponto a ser analisado é o ritmo de trabalho. Aqui, vale a busca de informações com os profissionais da área. A oferta de emprego de algumas profissões prioriza o ritmo mais “acelerado” em relação a trabalhos com carga horária menos elevada.

3. Conheça melhor a si mesmo

Você tem algum talento, habilidade ou vocação? É muito comum encontrar pessoas que escolhem profissões com traços de seus hobbies. Um desenhista de fim de semana pode virar um grande designer, assim como um aluno que gosta de matemática tem chances de seguir a carreira de engenheiro.

Não tem atividades preferidas? Então, o primeiro passo é encontrá-las. Além de fornecer pistas sobre sua profissão, os hobbies podem fazer de você uma pessoa mais criativa e trazer experiências novas.

Você pode começar olhando os seus interesses atuais. Se você gosta de livros, por exemplo, que tal arriscar a escrever um? Outra forma de encontrar gostos e práticas é refletindo sobre sua própria infância.

4. Faça um teste vocacional

O teste vocacional revela profissões desconhecidas e afinidades que você teria dificuldade de perceber. Dependendo da forma de elaboração, dá para identificar carreiras que são compatíveis com seus pontos fortes e fracos.

A avaliação faz parte do universo da orientação de carreira e serve justamente para dar suporte ao fazer a escolha e dar os primeiros passos no mundo profissional. Lembra de quando fizemos menção à importância de conhecer os próprios gostos? Então, o teste pode ser útil nessa hora.

O que é avaliado? De forma geral, pontos que revelam pistas sobre sua decisão ideal. Pode ser um traço de personalidade, uma preferência não observada, um anseio sobre a vida profissional e por aí vai.

5. Converse com profissionais da área

Você já parou para conversar com pessoas formadas na área que você quer seguir? Profissionais experientes podem revelar detalhes que não aparecem em uma primeira pesquisa, a exemplo de: como é lidar com clientes? É fácil administrar as cobranças?

A experiência das pessoas revela esse tipo de detalhe. Em alguns casos, a profissão não é a primeira escolha das pessoas formadas — mostrando que mudanças de decisão e reviravoltas também acontecem no mundo profissional.

6. Visite empresas

Você já deve ter ouvido a frase “existe muita coisa que a faculdade não ensina”, não é? Isso inclui a dinâmica de uma empresa na realidade. Existem trabalhos que acontecem durante o dia, atividades noturnas, rotinas home office, profissionais que devem bater o ponto e por aí vai.

Não só isso — a organização e a preparação para o trabalho também contam. Ao visitar uma empresa, observe tudo o que está acontecendo, desde a forma que os profissionais se comunicam até seu ambiente de trabalho. Veja se ali é um lugar em que você gostaria de estar.

7. Faça uma lista com algumas opções de carreira

Lembra aquele ditado que diz “nunca deixe todos os ovos em uma cesta só”? Então, também serve para o mundo profissional. Criar uma lista de opções para a carreira é importantíssimo para ter alternativas caso uma opção não corresponda às suas expectativas.

Em alguns casos, isso já é percebido durante o período de estudos. Sabe quando você não se dá bem com as matérias e percebe que o curso não é exatamente o que esperava? Nesse caso, ter um “plano B” é útil.

8. Liste os prós e contras

Listar os prós e contras pode ajudar a enxergar um assunto por vários ângulos diferentes, desde o mais pessimista até o mais otimista, sempre levando a uma conclusão equilibrada e ponderada. A maior parte das carreiras vai ter méritos e deméritos, não é? Não há motivo para deixar de considerar os dois.

Existem vários detalhes que você precisa ficar de olho na hora de definir sua profissão e fazer a escolha. A universidade tem um papel importante para a orientação da carreira e conta com profissionais que podem contribuir muito.

Por isso, o ideal é procurar instituições de ensino como a UCDB, com o compromisso de ajudar na busca pela profissão ideal. Ainda é possível frequentar mostras e workshops que abordam o tema de forma livre.

O que acha de aprender ainda mais sobre educação e vocação profissional? Então, siga a gente no Facebook!

Graduação em Enfermagem: dicas para o sucesso

Devido ao mercado de trabalho altamente competitivo e à alta taxa de desemprego no país, não basta fazer uma faculdade e se contentar com ela para alcançar o sucesso profissional. No caso da graduação em Enfermagem não é diferente.

Afinal, durante os anos do curso, você precisa saber otimizar o seu tempo e conhecimento para absorver a maior quantidade possível de informações necessárias para se tornar um bom enfermeiro. Depois, ainda é importante seguir para aprimorar-se com uma pós-graduação.

(mais…)

Conheça o curso de Gestão de Recursos Humanos

Cursar Gestão de Recursos Humanos-RH é uma porta aberta para quem quer construir uma carreira na área de RH e ser um profissional bem-sucedido. É um belo caminho acadêmico para quem quer ampliar sua base de conhecimento, Com essa formação você aprende aspectos técnicos da profissão, conhece a fundo os campos de atuação que podem ser seguidos pelos recém-formados, desenvolve novas competências, realiza networking e, para completar, qualifica-se para ocupar cargos que exigem nível superior.

(mais…)

Pós-graduação em Direito: veja em qual área se especializar

Você já pensou sobre o que fazer agora que se graduou em Direito? Essa pergunta pode parecer simples, mas é muito importante refletir a respeito do peso dela. Isso porque, enquanto muitos indivíduos não continuam os estudos e estagnam na vida profissional sem avanços ou conquistas, você deve fazer o oposto e se dedicar a sua formação com uma pós-graduação em Direito.

Somente se qualificando é possível crescer na carreira ou mesmo se recolocar com sucesso dentro do mercado. Para reforçar a nossa afirmação, reunimos alguns dos principais motivos para você seguir esse caminho e, de quebra, listamos cinco áreas em alta de especialização. Acompanhe!

Os principais motivos para fazer uma pós-graduação em Direito

Embora seja essencial ter uma graduação para você conseguir a carreira desejada, é preciso entender que ela é a base da formação de nível superior, sendo complementada diretamente pela pós-graduação. Ou seja, quanto mais pessoas obtêm o diploma de bacharel em Direito, mais haverá profissionais com o seu mesmo nível de conhecimento.

Vale comentar que, como mostra o levantamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o curso de Direito é o mais procurado em todo o Brasil. Só em 2018, por exemplo, juntando os dados de universidades públicas e particulares, foi constatado que houve 863.101 novos alunos. Isso, sem falar dos 126.176 concluintes.

Logo, é preciso investir na continuidade da sua formação para alcançar uma nova titulação, aprofundar o seu conhecimento em um determinado campo de atuação — tornando-se, assim, um especialista na área — e aumentar a competitividade do seu currículo.

Dessa maneira, você terá um diferencial a mais em relação aos seus concorrentes, o que, certamente, contará pontos ao seu favor na hora de participar de seleções de empresas e se candidatar em concursos públicos. Consequentemente, poderá almejar cargos com melhores salários, jornadas de trabalho e posições na hierarquia das organizações.

Isso tudo sem falar que as aulas e os intervalos da pós-graduação são excelentes momentos para aumentar a sua rede de contatos, pois tanto os seus colegas quanto os seus professores são profissionais que estão ativos no mercado e podem abrir portas para o seu futuro.

5 áreas de estudo para fazer uma especialização

Agora que você já conferiu alguns dos principais motivos para fazer uma pós-graduação em Direito, você deve estar se perguntando em qual área de estudo se especializar, não é verdade? Afinal, o ramo jurídico conta com muitos segmentos no qual é possível atuar, desde o civil até o penal.

Por essa razão, listamos cinco alternativas bastante promissoras e que prometem ganhar ainda mais espaço no mercado, consolidando-se como carreiras que são referências no meio. Confira nossa lista e saiba quais são elas!

1. Direito Civil com Ênfase em Família e Sucessões

O primeiro curso da nossa lista é o de Direito Civil com Ênfase em Família e Sucessões que tem 420 horas de duração. Nele, você aprofunda e amplia os seus conhecimentos sobre o conceito de formação familiar, o respaldo que a instituição do matrimônio recebe da Constituição Federal, o resguardo da matriz familiar frente às ações do Estado, os novos arranjos familiares, efeitos de jurisprudência em casos de sucessões legítimas e não reconhecidas e muito mais.

Na matriz curricular dessa pós, há disciplinas como:

  • Direito do menor, do idoso e do consumidor;
  • Responsabilidade civil;
  • Direito de família constitucional;
  • Responsabilidade civil nas relações de família.

2. Direito Empresarial

O Direito Empresarial, por sua vez, é voltado para o suporte legal que profissionais do ramo jurídico podem prestar para organizações exercerem as respectivas atividades que têm em conformidade com as legislações vigentes: ambiental, tributária, trabalhista, entre outros. Além disso, ao longo das 444 horas do curso são tratadas questões relacionadas às normas comerciais, aos direitos do consumidor, aos conflitos e conciliações entre sócios e parceiros, além de outros assuntos.

Entre as principais disciplinas, você encontra:

  • Direito do trabalho;
  • Propriedade industrial;
  • Tributação de cooperativas;
  • Falência e recuperação de empresas.

3. Direito Penal e Processo Penal

Uma terceira opção de pós-graduação em Direito é a especialização em Direito Penal e Processo Penal. Com 384 horas de duração, ela foca no aprofundamento das mais recentes resoluções dos direitos humanos, as leis penais e, em especial, as suas aplicações no combate à criminalidade em diferentes campos, como o virtual, o ambiental, o patrimônio público, a propriedade privada, entre outros.

Veja, abaixo, algumas das matérias que o compõem:

  • Criminologia;
  • Direito penal internacional;
  • Direitos humanos;
  • Legislação especial.

4. Direito Processual Civil

Já o Direito Processual Civil é voltado para o seu aperfeiçoamento enquanto advogado e responsável pela defesa argumentativa exercida em casos processuais de clientes, como tutelas e mediações. Além disso, ele trata do novo Código de Processo Civil e o seu impacto no sistema judiciário brasileiro.

Ao todo, são 360 horas de carga horária e você conta com disciplinas como:

  • Atos processuais;
  • Tutela provisória;
  • Impactos do Novo CPC no processo do trabalho;
  • Normas processuais e função jurisdicional.

5. Direito do Estado

A nossa última sugestão é o curso de Direito do Estado que tem 408 horas de carga horária. Nele, você aprimora o seu saber técnico sobre o papel do Estado Democrático de Direito, a responsabilidade fiscal e tributária do Estado, os atos administrativos em vigor pelos três poderes e as teorias gerais do Direito para atuar no setor público.

Abaixo, listamos algumas das disciplinas que compõem essa pós:

  • Direito municipal;
  • Direito internacional e comunitário;
  • Direito constitucional tributário;
  • Teoria geral do Direito e do Estado.

Como mostrado, não faltam opções de pós-graduação em Direito para você se especializar na área em que deseja atuar — e o melhor de tudo é que todas as que foram listadas no post são ofertadas pela UCDB. Lembrando que conquistar um novo título não só engrandece ainda mais o seu currículo, como também aumenta as oportunidades de emprego, remuneração e networking que vão dar um gás na sua carreira, ouviu?!

Por isso, aproveite e entre já no nosso site para conferir mais detalhes sobre cada uma dessas pós-graduações lato sensu e garantir a sua vaga!

Lato Sensu ou Stricto Sensu: saiba as diferenças e faça sua escolha!

Lato sensu e stricto sensu: qual desses dois devo fazer?” — essa é uma pergunta bem comum entre quem acabou de se formar e deseja realizar uma pós-graduação. Isso porque, como cada uma das categorias tem cursos específicos e propostas bem distintas, quem não está familiarizado com as características delas muitas vezes fica confuso e sem saber, ao certo, qual é a melhor escolha.

Por essa razão, preparamos um post especial que explica detalhadamente quais os aspectos e as diferenças de cada pós e, que inclusive, traz dicas de como escolher qual delas fazer para ter sucesso profissional. Acompanhe e fique por dentro!

(mais…)

Profissão de nutricionista: por que ela tem tudo a ver com você?

Você é do tipo que vê na alimentação um meio valioso para cuidar da saúde? Controla carboidrato, proteína, entre outros nutrientes necessários ao nosso organismo? Então a profissão de nutricionista é um ótimo caminho para você.

(mais…)

Carreira estagnada? Saiba como mudar essa situação neste post!

Imagine a seguinte cena: ainda na metade do expediente, começa a dar aquela moleza no corpo, uma vontade de não fazer nada e de sair o mais rápido que puder do lugar. Talvez você nem tenha entendido ainda, mas é provável que esteja com a carreira estagnada.

(mais…)

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas: conheça o curso!

Escolher um curso de graduação pode ser uma tarefa difícil, mas é possível facilitar esse momento conhecendo com profundidade o funcionamento de cada modalidade. Análise e Desenvolvimento de Sistemas é uma opção interessante, sendo procurada por muitos pela crescente oferta de trabalho no mercado. Mas, você sabe como funciona o curso, de fato?

Pensando nisso, escrevemos este guia com tudo o que você precisa conhecer sobre a graduação em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

(mais…)

Por que fazer um MBA pode ser um diferencial para a carreira?

Existem várias opções para os profissionais que procuram se qualificar e crescer no mercado de trabalho. Entre os diversos caminhos possíveis, fazer MBA se destaca pela prática pensada para levar a resultados e prestígio.

Será que você sabe como essa formação pode ser vantajosa? Decidimos contar para você quais são os principais motivos para investir nessa escolha, além de a sua diferença para uma pós-graduação e outras informações pertinentes sobre o assunto. Vamos lá?

(mais…)

A revolução chegou! Conheça o Trilhas UCDB

Andréia é acadêmica de Fisioterapia da UCDB e vê nas redes sociais uma forma de compartilhar informações de saúde para seus amigos, além de ser uma potencial ferramenta para divulgar seu trabalho. Pensando nisso, além das disciplinas regulares da sua graduação, a acadêmica escolheu cursar disciplinas em Administração, Publicidade e Propaganda e em Marketing e concluir o nível superior como uma fisioterapeuta com certificação em Marketing Digital.
Assim funcionam as Trilhas UCDB, um programa inédito no País, que permite ao acadêmico trilhar o seu próprio caminho dentro da universidade. A partir de 2020, todos os acadêmicos e egressos da graduação terão a opção de cursar um conjunto de disciplinas que serão certificadas. No total, foram montadas 34 trilhas.
“Não é disciplina optativa, não é pós-graduação, não é extensão. São certificações e se encaixam na legislação dos cursos sequenciais, de 2017. Aqui, o aluno irá customizar seu conhecimento e viver intensamente a interdisciplinaridade. Um aluno de Publicidade, conviverá com o da Filosofia, da Veterinária, da Engenharia. São muitas possibilidades”, detalhou o Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional, Gillianno Mazzetto.
De acordo com a Pró-Reitora de Graduação e Extensão, as Trilhas são componentes do Programa Pedagógico Institucional, que na UCDB é denominado Conecta Vidas. “A UCDB está se reinventando para formar pessoas capazes de se transformar. A partir de 2020, as mudanças estarão mais evidentes em sala de aula. Tudo foi pensado para que os acadêmicos tenham um ‘algo a mais’ na profissão que escolheram. Todas as mudanças que o PPI deve trazer vão enriquecer a formação e realmente ser um diferencial competitivo”, destacou.
“Aqui, trabalhamos de forma sistêmica e aprendizado contínuo, para que o conhecimento seja infinito. Com as Trilhas, podemos concretizar isso e essa é uma verdadeira revolução”, complementou Gillianno.

Confira o vídeo institucional do projeto Trilhas UCDB.

Mais informações (67) 3312-3300