Licenciatura ou bacharelado: qual curso fazer em Educação Física?

Muitos vestibulandos decidem fazer o curso de Educação Física movidos pela oportunidade de unir o útil ao agradável. Afinal, vão poder estudar e, futuramente, trabalhar com algo do interesse deles e que realmente gostam de fazer: praticar diferentes atividades físicas e esportivas. Porém, ao pesquisar mais sobre a graduação, eles se deparam com uma decisão nada fácil: escolher entre licenciatura ou bacharelado.

Isso porque a formação é oferecida nessas duas modalidades, e os alunos devem optar por uma justamente no momento de se matricular na universidade. Pensando nesse dilema pelo qual você também pode estar passando neste momento, preparamos este conteúdo com o objetivo de destrinchar as diferenças de cada alternativa e, de quebra, ainda apresentar as áreas e locais de atuação que os recém-formados podem seguir. Acompanhe!

Licenciatura ou bacharelado: conheça cada modalidade

Tanto a licenciatura quanto o bacharelado têm a mesma duração, quatro anos. Além disso, os dois contam com disciplinas similares em ambas as grades curriculares que tratam sobre aspectos da fisiologia, promoção da saúde por meio da atividade física e diferentes modalidades esportivas, como:

  • Aprendizagem e controle motor;
  • Corpo humano;
  • Anatomia do sistema locomotor;
  • Fundamentos do atletismo.
  • Fundamentos de esportes paralímpicos

Porém a proposta de cada formação é bem distinta uma da outra — e é justamente sobre isso que vamos falar agora. Fique atento e conheça não só essas diferenças, mas também quais as áreas de atuação e as perspectivas de mercado para ambas as modalidades. Lembrando que o acadêmico que optar por uma das graduações (licenciatura ou bacharelado) pode, depois de concluído o curso, fazer mais dois semestres complementares e sair com as duas habilitações.

Bacharelado em Educação Física

O bacharelado em Educação Física prepara o aluno desde o início para conhecer as possibilidades de atuação que pode exercer ao se formar. Por isso, tem uma abordagem mais generalista. Assim, você aprende sobre o máximo delas e desenvolve as habilidades necessárias para desempenhar uma ou mais funções profissionalmente.

Além disso, ele conta com matérias que fornecem saber teórico e prático sobre o campo da saúde e como atingir resultados para o corpo e a mente em diferentes públicos, indo desde aspectos anatômicos e nutricionais até desenvolvimento humano em cada faixa etária. Veja algumas das principais:

  • Nutrição esportiva;
  • Ginástica laboral e ergonomia;
  • Saúde mental;
  • Treinamento de esportes individuais;
  • Fisiologia do esforço e performance esportiva;
  • Atividade física e envelhecimento;
  • Atividade física para populações especiais.

Área de atuação

O campo para profissional de educação física são bem diversos, pois ele é capaz de assumir diferentes segmentos no mercado de trabalho. Há quem atue, por exemplo, como avaliador físico, personal trainer, preparador físico para competições de alta performance, treinador funcional e recreador esportivo.

Muitos formados na área também optam por se dedicar a campos bem promissores que vêm ganhando destaque pelo retorno financeiro e a alta empregabilidade. Isso, estamos falando do turismo esportivo — viagens para a prática de modalidades desportivas — e a reabilitação física — de idosos, deficientes e pessoas em tratamento de saúde com dificuldade motora parcial ou total.

Onde pode trabalhar

O profissional de educação física conta com uma boa cartela de espaços onde pode trabalhar. Afinal, ele pode desempenhar várias atividades — inclusive, simultaneamente. Portanto é possível encontrá-lo em academias, centros recreativos, clubes, spas, centro de treinamento olímpico e profissional, hospitais, clínicas, empresas, entre outros.

Licenciatura em Educação Física

A licenciatura em Educação Física, por sua vez, prepara o estudante universitário para se tornar um futuro professor no ambiente escolar, sendo apto a lecionar tanto para crianças quanto para adolescentes. É por isso que durante o curso há disciplinas específicas que o capacitam a transmitir conhecimento, realizar atividades educacionais, desenvolver projetos recreativos e prestar acompanhamento pedagógico aos alunos. Entre elas, podemos citar:

  • Educação Física infantil;
  • Diversidade e inclusão: Libras;
  • Formação docente: Didática da Educação Física.

Área de atuação

Além de atuar como professor dentro dos colégios, você também pode ocupar outros cargos e, com isso, realizar atividades diferentes. Alguns exemplos são: coordenador do departamento de Educação Física, conselheiro esportivo, treinador de uma ou mais modalidades esportivas e técnico de seleção escolar.

Onde pode trabalhar

O licenciado em Educação Física pode trabalhar em escolas públicas e particulares. No primeiro caso, é comum ocorrerem concursos públicos realizados pelo município e Estado. Ainda é possível que o profissional opte por permanecer no ambiente acadêmico como docente universitário, contribuindo, dessa maneira, para a formação de novos profissionais.

Como fazer a escolha pelo curso ideal

Depois de falarmos sobre as distinções entre licenciatura e bacharelado em Educação Física, não podemos deixar de trazer algumas dicas especiais para você escolher um curso realmente bom. Ou seja, que estimule o aprendizado científico e a construção do saber, qualificando-o para o mercado de trabalho e trazendo inovações do ramo. Confira.

Estrutura da universidade e curso

É sempre importante pesquisar sobre a estrutura oferecida pela universidade de acordo com o curso desejado. Assim, você consegue saber se há laboratórios, como o de avaliação física, anatomia e cinesiologia e biomecânica do movimento humano, além de academia e parque desportivo com quadras, pistas, ginásio poliesportivo, piscina, sala de musculação e de dança.

Qualidade do corpo docente

Informe-se sobre o corpo docente e veja quais são as experiências profissionais que eles tiveram, ênfase de formação, eventos de que participaram, em quantas bancas examinadoras foram orientadores ou professores convidados, assim como produções científicas já realizadas.

Referência da instituição

Confira o histórico da universidade para checar seu renome no mercado, como é a qualidade de ensino oferecida e a avaliação recebida do MEC. Veja também as atividades de pesquisa e extensão realizadas, ações praticadas junto à comunidade e eventos acadêmicos que promove. A Universidade Católica Dom Bosco é referência na área e oferece as duas habilitações nos períodos matutito e noturno. #VemserUCDB.

Agora que você sabe as diferenças entre as duas modalidades da graduação em Educação Física, será bem mais fácil se decidir entre licenciatura ou bacharelado, não é mesmo? Apenas se lembre de fazer uma autoavaliação para identificar a sua vocação profissional, quais atividades quer desempenhar depois de formado e, em especial, o tipo de carreira. Inclusive, não deixe de seguir nossas dicas para escolher a melhor opção de curso.

E se gostou do nosso post, aproveite para seguir a gente no Facebook, Twitter, YouTube e Instagram. Nessas redes não faltam conteúdos sobre a vida universitária!

Comentários