O que faz um graduado em Administração?

O curso de Administração oferece um vasto campo para atuação profissional e já no período de graduação os acadêmicos são apresentados a diversas oportunidades de realização de estágio remunerado. Muitos deles acabam sendo contratados ao final do período do contrato de estágio. E, para aqueles que se especializam, sempre há excelentes oportunidades, tanto de carreira como de ganhos financeiros, seja nas organizações privadas, públicas ou de terceiro setor.

A modalidade do curso de Administração é a de bacharelado, sendo conferido o título de bacharel em Administração aquele que o conclui. O curso tem sua estrutura curricular distribuída ao longo de 8 semestres, ou seja, quatro anos.

O campo de atuação do profissional administrador, como profissão, liberal ou não, compreende a elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens e laudos, em que se exija a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de organização.

– Pesquisas, estudos, análises, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle dos trabalhos nos campos de administração geral, como administração e seleção de pessoal, organização, análise, métodos e programas de trabalho, orçamento, administração de material e financeira, administração mercadológica, administração de produção, relações industriais, bem como outros campos em que estes se desdobrem ou com os quais sejam conexos;

– Exercício de funções e cargos de administração de serviço público federal, estadual, municipal, autárquico, sociedades de economia mista, empresas estatais, paraestatais e privadas, em que fique expresso e declarado o título do cargo abrangido;

– Exercício de funções de chefia ou direção, intermediária ou superior, assessoramento e consultoria em órgãos, ou seus compartimentos, da administração pública ou de entidades privadas, cujas atribuições envolvam, principalmente, a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de administração; magistério em matérias técnicas do campo da administração e organização.

 

Formação do profissional em Administração

– Formar profissionais de Administração aptos à tomada de decisões em ambientes dinâmicos e comprometidos com a ética e a sustentabilidade que desenvolvam a competitividade organizacional por meio de ações inovadoras e empreendedoras, tanto na gestão de organizações, quanto na realização de pesquisas de caráter científico e projetos de extensão.

– Os profissionais são estimulados na graduação ao desenvolvimento da capacidade de análise crítica e inovação em relação aos contextos que são inseridos;

– Incentivados ao compromisso com a ética e a sustentabilidade num cenário de transformações sociais, econômicas e culturais;

– A desenvolver o pensamento e a prática científica para o desenvolvimento do conhecimento, tanto na área acadêmica quanto no contexto organizacional;

– A aproximar da comunidade local por meio de atividades que estimulem a relação entre eles e a implementação de ações que unem os aspectos conceituais às práticas desenvolvidas.

 

Liderança

Os profissionais em Administração estão aptos a identificar e solucionar problemas, pensar estrategicamente, aperfeiçoar o processo produtivo, atuar proativamente, transferir e compartilhar conhecimentos e exercer em diferentes graus de complexidade tomadas de decisão.

São também condicionados a desenvolver expressão e comunicação compatível com o exercício profissional, proporcionando uma reflexão crítica sobre o processo produtivo. Ter iniciativa, criatividade, determinação, vontade política e administrativa, vontade de aprender, abertura às mudanças e consciência da qualidade e das implicações éticas do seu exercício profissional são diferenciais no profissional.

Outras qualidades que o profissional pode buscar é a capacidade de transferir conhecimentos da vida e da experiência cotidiana para o ambiente de trabalho, em diferentes modelos organizacionais, revelando-se profissional resiliente; desenvolver capacidade para elaborar, implementar e consolidar projetos em organizações; desenvolver capacidade para realizar consultoria em gestão, realizar pareceres e perícias administrativas, gerenciais, organizacionais, estratégicos e operacionais; e ainda desenvolver sua empregabilidade por meio de aprendizado contínuo, fomento de cultura empreendedora, capacidade de busca e identificação de oportunidades; valorização de sua imagem e competência; e alimentação de seu network.

“Os princípios norteadores constituem-se nas referências para o planejamento e desenvolvimento de ações no curso de Administração da UCDB, refletem a identidade da instituição que, enquanto salesiana, se posiciona como uma comunidade acadêmica, formada por docentes, discentes e os recursos humanos administrativos, que promove de modo rigoroso, crítico e propositivo o desenvolvimento da pessoa humana e do patrimônio cultural da sociedade, mediante a pesquisa, a docência, a formação superior e contínua e os diversos serviços oferecidos às comunidades locais, nacionais e internacionais”, destaca o coordenador do curso de Administração, Leandro Tortosa.

Ele ressalta ainda que o ensino, a pesquisa e a extensão são pilares, onde as ações são voltadas para o processo de apropriação de conhecimentos que garantam ações comprometidas e articuladas às necessidades regionais da sociedade e da vida como um todo. “A integração dos três elementos basilares ocorre por meio do desenvolvimento de ações como: incentivo à participação de docentes e discentes em programas de iniciação científica e de projetos de  extensão; fomento à participação dos docentes e discentes na realização de seminários, entrevistas, palestras, mesas redondas e outros; criação de canais de integração entre a sociedade empresarial e a comunidade acadêmica, por meio de programas de aproximação e divulgação das práticas empreendedoras. Na UCDB é também uma opção ainda para quem deseja cursar no presencial (noturno) ou na modalidade a distância ”, completa o professor.

 

Comentários