Biomedicina: A versatilidade como profissão

A Biomedicina surgiu na Escola Paulista de Medicina devido a necessidade de formação de docentes e pesquisadores especializados. No contexto profissional, o biomédico é o profissional de nível superior com capacidade técnica e gerencial para desempenhar atividades que dão suporte ao diagnóstico em saúde, gerenciar, coordenar, avaliar e controlar a execução dessas atividades, atuar em pesquisas como membro ou líder de projeto e lecionar no ensino superior e profissionalizante de 1º e 2º graus.

As análises clínicas são uma das principais áreas de atuação na profissão biomédica, na qual o profissional realiza as análises, é responsável técnico, emitindo e assinando os laudos e assumindo chefias técnicas, como diretor ou proprietário do laboratório. O biomédico processa sangue e derivados, realiza exames pré-transfusionais, atua na imagenologia, excluindo interpretação (radiografias, ultrassonografias, tomografias, ressonância magnética e medicina nuclear), atua na docência em instituições de ensino superior, desenvolve e orienta pesquisas.

Habilitações

O curso de Biomedicina tem a duração de 4 anos. Há uma constante diversificação do curso, expansão da profissão e atualização das áreas de atuação. Habilitações recentes foram incluídas e reconhecidas na biomedicina como Auditoria e Biomedicina estética, esta última com um ganho significativo, porém de grande responsabilidade, que é a prescrição de fármacos e substâncias para fins estéticos, prática devidamente regulamentada. A carreira de Perícia criminal também é um campo de atuação do biomédico através das Análises Forenses.

Neste ano o profissional biomédico ganhou destaque através da biomédica Jaqueline Goes de Jesus, uma das responsáveis pelo mapeamento do genoma do coronavírus no Brasil

É ampla a área de atuação do biomédico, em sua totalidade são regulamentadas mais de 30 áreas de atuação.

1 – Acupuntura – Utiliza várias técnicas que podem ser usadas para reforçar o sistema imunológico;

2 – Análise Ambiental – Análise físico-química e microbiológica para o saneamento do meio ambiente;

3 – Análises Bromatológicas – Realiza a análise de alimentos e a análise físico-químicas;

4 – Auditoria – Analisa se todos os procedimentos estão de acordo com a legislação e as leis regulatórias do setor de saúde;

5 – Banco de Sangue – Assume e executa o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré-transfusionais;

6 – Biologia Molecular – Atua na coleta, na análise, na interpretação, na emissão e na assinatura de laudos e pareceres técnicos via análise de DNA;

7 – Biomedicina Estética – Promove o bem-estar físico e estético dos pacientes e realiza procedimentos preventivos do envelhecimento fisiológico do organismo;

8 – Bioquímica – Pesquisa os processos bioquímicos que ocorrem para a manutenção da vida;

9 – Citologia Oncótica – Realiza a avaliação citológica do material esfoliativo;

10 – Docência e Pesquisa: Biofísica, Virologia, Fisiologia, Histologia Humana, Patologia; Embriologia e Psicobiologia – Atua como docentes especializados nas disciplinas da área da saúde, bem como realiza pesquisas científicas nas áreas de ciências básicas e ciências aplicadas;

11 – Farmacologia – Estuda os efeitos de substâncias químicas sobre a função dos sistemas biológicos, fundamentalmente dependente da interação droga/organismo;

12 – Fisiologia do Esporte e da Prática do Exercício Físico – É responsável por entender e aprimorar o embasamento científico em torno das atividades e da prática do esporte;

13 – Genética – Realiza análises relacionadas, assume responsabilidade técnica, firma os respectivos laudos e atua no aconselhamento genético;

14 – Gestão das Tecnologias de Saúde – Exerce a função de responsável técnico pela elaboração e implantação do Plano de Gerenciamento das Tecnologias utilizadas na prestação de serviços de saúde;

15 – Hematologia – Atua no estudo e na avaliação das doenças do sangue;

16 – Histotecnologia Clínica – Utiliza conhecimentos e habilidades para a confecção e seleção das melhores amostras de tecidos biológicos e detecção de doenças, condições e anormalidades dos tecidos;

17 – Imagenologia – Atua sob supervisão médica na operação de equipamentos e sistemas médicos de diagnósticos por imagem;

18 – Imunologia – Trabalha com pesquisas especializadas, buscando o desenvolvimento de novas terapias ou técnicas de diagnóstico com base em dados clínicos;

19 – Informática de Saúde – Cria softwares que otimizam as tarefas em hospitais, clínicas, centros de saúde, laboratórios de análise clínica e núcleos de pesquisa;

20 – Microbiologia – Estuda os micro-organismos, incluindo eucariontes unicelulares e procariontes, como as bactérias, fungos e vírus;

21– Microbiologia dos Alimentos – Estuda o metabolismo dos microrganismos de interesse na tecnologia de alimentos;

22 – Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório – Atua na proteção das vias neurais dos riscos durante diferentes tipos de cirurgias, diminuindo os déficits neurológicos pós-operatórios para o paciente;

23 – Parasitologia – Estuda protozoários e helmintos de interesse médico;

24 – Patologia Clínica (Análises Clínicas) – Coleta, analisa, interpreta, emite e assina laudos laboratoriais;

25 – Perfusão Extracorpórea – É o profissional treinado e capacitado em operar a máquina extracorpórea em cirurgias torácicas e cardíacas;

26 – Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) – Presta atendimento nas práticas, bem como assume cargos de supervisão e de chefia, além de compor serviços de equipe de saúde em universidades públicas ou privadas e em unidades de atendimento do SUS.

27 – Radiologia – Atua sob supervisão médica na operação de equipamentos para o diagnóstico por imagem;

28 – Reprodução Humana – Realiza a manipulação de gametas (oocito e espermatozoides) e pré-embriões;

29 – Sanitarista – Trabalha com as questões políticas e sociais e com o planejamento e avaliação de programas e práticas coletivas de proteção da saúde;

30 – Saúde Pública – Atua em pesquisas que podem fornecer dados desde o diagnóstico até a descoberta científica para a cura e prevenção de doenças;

31- Toxicologia – Estuda evidências que permitem a identificação da presença de substâncias químicas (agente tóxico) na investigação criminal.

A área da saúde é um campo que sempre está em expansão no mercado de trabalho, pois a expectativa de vida do ser humano está em crescimento e, com isso, aumenta a preocupação com o bem-estar físico e emocional das pessoas. Desse modo, o profissional que se formar em Biomedicina terá sempre uma boa oportunidade de emprego podendo escolher o setor público ou privado.

São vários os campos de atuação do Biomédico:

  • Hospitais;
  • Universidades;
  • Laboratórios de pesquisa;
  • Secretarias de saúde;
  • Vigilância sanitária;
  • Centros de saúde e de epidemiologia.
  • Indústrias biológicas;
  • Laboratório de análises clínicas;
  • Clínicas de imagenologia;
  • Clínicas de reprodução humana;
  • Indústria de alimentos e bioderivados.

O biomédico pode optar por trabalhar no exterior e as opções para o biomédico no exterior são: laboratório de pesquisa molecular, laboratório de manipulação e hospitais.

Graduação na UCDB:

“O curso de Biomedicina da Católica proporciona um aprendizado articulando teoria e prática, com corpo docente composto por mestres e doutores formando profissionais para atuarem em todos os níveis de atenção à saúde, pautados em princípios éticos, cristãos e salesianos e dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade. O acadêmico tem a sua disposição clínica escola, laboratórios específicos, inserção em projetos de extensão e pesquisa científica”, destaca a coordenadora do curso de Biomedicina da UCDB, Daiane Mastrocola.

Quer saber mais? Entre em contato pelo telefone / WhatsApp (67) 3312-3736.

 

Comentários