Intercâmbio: Universidade oferece assessoria para alunos

A exigência dos vestibulandos ao escolher uma universidade mudou. Não basta apenas ter um bom ensino, instituições que oferecem possibilidades para que seus alunos cresçam profissional e pessoalmente e vivam experiências diferentes durante os estudos saem na preferência dos estudantes.

Um dos critérios que influenciam na tomada de decisão é a possibilidade de fazer um intercâmbio. Universidades que incentivam o aluno, ajudando na parte burocrática, ingressando em programas mundiais de intercâmbio, fazendo parcerias com outras instituições pelo mundo e auxiliando o aluno na tomada de decisão ganham pontos nesta briga.

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) soube se adaptar às mudanças e criou a Assessoria de Relações Internacionais, que realiza parcerias com universidades em todo o mundo e aproxima os alunos da experiência do intercâmbio, orientando sobre as oportunidades de bolsas de estudo e cursos internacionais. Outra função importante do setor é auxiliar os estudantes que chegam de outros países para a UCDB, que são recebidos e orientados e acompanhados pela equipe da assessoria.

Atualmente, a Universidade tem parcerias com programas de bolsas e intercâmbio como o Santander Universidades, o Erasmus Mundus, a bolsa de Doutorado PDSE Capes.

Jéssika e o sonho do intercâmbio para Salamanca

Aluna do curso de Administração da UCDB, Jéssika Garcia sempre teve o sonho de fazer um intercâmbio, e não era em qualquer universidade não, ela queria uma das mais tradicionais do mundo, a Universidade de Salamanca, na Espanha, com mais de 800 anos de história. “Sempre quis fazer intercâmbio para aprender outras línguas, quando me deparei com o programa Íbero-Americano visualizei uma oportunidade ainda maior por ser um intercâmbio acadêmico”.

Por não dominar o idioma, no início, a estudante conta que teve um pouco de dificuldade, mas rapidamente superou com a ajuda dos estudantes de todas as partes do mundo que conheceu na Espanha. Para ela, o ensino na Europa é muito diferente, “a estrutura das aulas são um pouco distintas, senti falta da proximidade do professor com os alunos, que geralmente é mais comum no Brasil”.

Na volta ao Brasil, o saldo foi extremamente positivo: “Tive oportunidades maravilhosas de conhecer mais sobre a cultura do país, conhecer pessoas de todas as partes do mundo, avaliar as diferenças que existem no ensino do Brasil, observar o meu curso de Administração sob a perspectiva europeia e aproveitar todo o conteúdo que aprendi em sala de aula para aplicar no desenvolvimento do meu TCC. A experiência que tive ali me permitiu amadurecer em todos os aspectos pessoais e profissionais. Gostaria que mais pessoas no Brasil pudessem vivenciar este tipo de experiência que permite agregar tanto conhecimento”, completa Jéssika, que destaca o auxílio do setor de Relações Internacionais da UCDB como fundamental para que tudo desse certo, “tive suporte do início ao fim, me deixando mais confiante para encarar este desafio tão grande”.

Miguel: do Chile para a UCDB

O chileno Miguel Mendoza escolheu a UCDB com um objetivo em especial: aprender a falar Português – “Pensei que seria mais legal aprender um terceiro idioma do que só praticar o Inglês, e assim, também posso ajudar com o Espanhol os futuros estudantes de intercâmbio brasileiros”.

Estudante do curso de Letras, aproveita as aulas e as amizades para aprender o idioma – “eu gostei muito do ambiente da UCDB, todas as pessoas que conheci, nas aulas bem como na administração, ou até na lanchonete, são muito amigáveis e sempre estão dispostos a ajudar em algo ou a bater um papo”.

Hospedado na casa de uma família que fala Espanhol, o estudante também chegou com outra meta inusitada: “eu cheguei aqui sem saber cozinhar, então tive que aprender a fazer muitas comidas. Esse era um dos meus objetivos ao vir pro Brasil, e acho que até agora estou indo bem”, conta.

Com um bom Português e algumas habilidades culinárias, Miguel se diz encantado com a Universidade e as experiências que o intercâmbio proporcionou – “Todo o pessoal que eu já conheci aqui, tanto na faculdade como fora dela, tem sido muito acolhedor e tem me ajudado bastante com a comunicação e qualquer coisa que eu precisei. Agradeço muito ter encontrado pessoas assim, porque isso também me ensina a ser mais como eles. Acredito que minha experiência tem sido boa graças a essas pessoas”.

Conheça as oportunidades de intercâmbio da UCDB e veja o que uma universidade completa pode fazer por você.

Comentários