Inovação e Negócios | Incubadora de empresas

E se a universidade for um trampolim não só para a carreira em uma empresa, mas uma porta de entrada para o mercado como empreendedor? Como inovação é um dos assuntos mais abordados nos últimos tempos e ainda assim é um dos maiores gargalos nas empresas e na sociedade, a UCDB fundou em 2015 a S-Inova, que é uma agência de inovação e empreendedorismo, com foco em empresas inovadoras.

Incubadora de empresas - UCDB

A agência possui uma incubadora que integra toda a universidade, pois funciona como um link entre o projeto e a conhecimento disponível na universidade. Alunos de todos os cursos podem ser convidados a estagiar nos projetos e os próprios cursos podem se tornar fornecedores de tecnologia e outras soluções personalizadas.

Incubadora é o termo adotado para iniciativas que criam condições ideais durante um período para que uma empresa (ou uma ideia) esteja madura o suficiente para enfrentar o mercado. Ao estar mais treinada e ciente do seu papel na sociedade e no mercado, essas empresas tem menos riscos de mortalidade nos primeiros anos do negócio, afinal, ela saiu pronta “do ovo”.

Atualmente, a S-Inova atende oito empresas incubadas que devem permanecer lá por, no mínimo, dois anos e, também atende sete projetos pré-incubados pelos próximos seis meses, capacitando os idealizadores e avaliando a viabilidade do negócio para a próxima etapa – a incubação.  

Entre as empresas atendidas, está a ENG Automação, fundada em 2015 por João Carlos Siqueira e Lucas Aguirre, egressos do curso de Engenharia de Controle e Automação da UCDB. Dentro da incubadora, a empresa vai desenvolver habilidades de gestão e processos e , aprimorar os principais produtos que oferece – desenvolvimento de hardware, balança de pesagem de bovinos e estação meteorológica.

Empresas que tenham ideias viáveis e que usem a tecnologia como elemento principal para aumentar o valor agregado podem participar do edital que abre todos os anos convocando novos negócios e dando espaço para que mais empresas tenham acesso à informação. A ideia é aliar o conhecimento oferecido pela academia à prática empresarial, tornando novos negócios mais competitivos e reduzindo a taxa de mortalidade dessas empresas. Para participar, basta ficar atento à abertura do edital, direto no site da incubadora.

Comentários