Acadêmica da UCDB participou de pesquisa com materiais da NASA nos EUA

Quem já sonhou em estudar fora, conhecer universidades renomadas e ter uma experiência além daquilo que conhece sabe que, muitas vezes, a realização de sonhos envolve disciplina, dedicação e atenção às oportunidades. O que nem sempre acontece é acreditar em si mesmo e buscar meios para sair da inércia.

Estudar fora - Ciências Sem Fronteiras

Acadêmica do curso de Engenharia Mecânica na Universidade Católica Dom Bosco, Karine Melissa de Queiroz Rigon está acostumada a estudar em laboratório a resistência dos materiais, o impacto da gravidade nos corpos e as Leis da Física, mas sentiu na pele o impacto da Primeira Lei de Newton:

Lei I: Todo corpo continua em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em uma linha reta, a menos que seja forçado a mudar aquele estado por forças aplicadas sobre ele.

Acadêmica da UCDB em Nova Iorque

Apesar da inércia não ter feito parte do vocabulário de Karine Melissa, foi depois de ter se formado no Ensino Médio na Escola Estadual Alice Nunes Zampierre que a bolsa de estudos integral do Desafio UCDB tornou-se sua primeira vitória acadêmica e o primeiro passo de uma jornada. Foi aceita no curso de Engenharia Mecatrônica. Depois de dois anos no curso, mais um passo: percebeu que a Engenharia Mecânica ia de acordo com os seus projetos e migrou de curso.

Campeonato de aerodesign - UCDB

“Nesse período, entrei no projeto de extensão chamado SAE Aerodesign. Foi um dos melhores momentos que tive na UCDB, tive a oportunidade de conhecer mais sobre o setor aeronáutico e, participando da Competição SAE Brasil AeroDesign em São José dos Campos – SP, pude entender o quão abrangente e fascinante é o mundo da engenharia.”

Quando foi aceita no programa Ciências Sem Fronteiras, teve a oportunidade de ficar 18 meses nos Estados Unidos. Dividido em três momentos, o intercâmbio começou com um curso intensivo de inglês no estado de Ohio, depois Karine Melissa assistiu a aulas na University of Toledo (Ohio), onde estudou disciplinas relacionadas à sua formação.

Acadêmica da UCDB na Universidade de Toledo

Por último, foi para Washington DC, na Howard University, participar de uma pesquisa voltada para a mecânica dos sólidos, no qual deveria entender os conceitos da resistência do aço e as tensões devido à tração e ao impacto. Os materiais que foram testados vinham diretamente da NASA.

De volta à vida acadêmica na UCDB, Karine Melissa pretende concluir o curso no final de 2016 e aprendeu com o intercâmbio muito mais do que uma formação acadêmica internacional – aprendeu a ser mais autoconfiante, a lidar com problemas de viver sozinha em um país estrangeiro e a situar-se em diferentes culturas.

“Aprendi a apreciar e respeitar pensamentos diferentes, porque as crenças não fazem da gente pessoas boas ou más. Podemos ser influenciados pela nossa cultura e do mesmo jeito termos bom ou mal caráter.”

Comentários