Oportunidades e seu extenso mundo nas profissões

Descobrir a profissão ideal talvez seja a tarefa mais difícil que enfrentamos na vida. Por mais que a gente coloque no papel aquilo de que realmente gostamos, quais as vantagens que determinado curso/carreira pode trazer futuramente e se esse retorno financeiro vai suprir nossas necessidades, nós precisamos pesquisar muito, principalmente quem pensa em morar e trabalhar no exterior. Uma conversa com familiares e amigos ajuda, mas não é o suficiente.


Dado esse ponta pé inicial, chega a hora em que devemos pesquisar as oportunidades e quais são os países e áreas com o maior número de trabalhadores estrangeiros. E aí vão algumas dicas de países e profissões.

O Canadá é um país muito usual para um brasileiro, pois não fica tão distante da sua terra e também é maior a facilidade para mudança, considerando-se um ponto importantíssimo: Ele precisa de mais ou menos 200 mil imigrantes anualmente para manter o seu sistema econômico funcionando direitinho. As principais formações procuradas são administração de empresas, contabilidade, engenharia civil, engenharia da computação, enfermagem e tecnologia da informação.

Austrália, Estados Unidos, Inglaterra e Índia são países em que o freelance tem destaque, visando contratar as áreas de TI, design gráfico e marketing online. Já a Nova Zelândia procura muito os profissionais de medicina, engenharia e tecnologia da informação (TI). Ela também tem um programa anual para trabalho temporário, feito exclusivamente para o país. Por fim, em destaque, temos a Noruega com o maior índice de IDH (índice de desenvolvimento humano), porém falta mão de obra em diversas áreas da economia. Os profissionais mais buscados são os das áreas de perfuração, automação, mecânica, mecatrônica e hidráulica.

Todos esses países têm como linguagem predominante o inglês, sendo indispensável conhecer esse idioma para iniciar a sua profissão no exterior. As opções são grandiosas, basta ter força de vontade e direcionar para que tudo corra muito bem.

Comentários