Carreira estagnada? Saiba como mudar essa situação neste post!

Imagine a seguinte cena: ainda na metade do expediente, começa a dar aquela moleza no corpo, uma vontade de não fazer nada e de sair o mais rápido que puder do lugar. Talvez você nem tenha entendido ainda, mas é provável que esteja com a carreira estagnada.

Esse é um problema que atinge milhares de pessoas em todo o mundo, mas nem todos conseguem perceber que estão acomodados, persistindo em algo que consome toda a sua energia, em vez de buscar alternativas eficientes para dar uma guinada na trajetória.

Para que você entenda qual é a sua vocação profissional e saiba identificar se sua carreira está estagnada, preparamos este texto que vai ajudar na missão de virar o jogo. Confira!

Afinal, o que é a estagnação profissional?

Se você consultar qualquer dicionário, é bem provável que o significado de estagnação esteja associado ao princípio físico da inércia, ou seja, à situação em que um corpo tende a resistir à aceleração. A estagnação profissional pode ser identificada como a falta de reação diante das oportunidades que aparecem, o que ocasiona vários problemas.

Essa paralisação surge devido a diversos fatores e boa parte das pessoas já passou por isso em algum momento de sua trajetória profissional. No entanto nem todas conseguem compreender os efeitos nocivos de mergulhar nessa inércia produtiva. Quando se tem uma rotina, o cérebro entende que deve repetir os mesmos movimentos de forma programada e isso leva a um ciclo de piloto automático.

Por muito tempo, esse quadro se torna desgastante e faz com que o lado emocional interfira diretamente no trabalho, reduzindo drasticamente a força de vontade da pessoa. Uma carreira estagnada, inclusive, pode apresentar riscos sérios à saúde, pois um indivíduo desmotivado tem grandes chances de sofrer de depressão, estresse, ansiedade, entre outras condições que afetam o psicológico.

Como saber se sua carreira está estagnada?

Assim como uma doença, uma carreira estagnada também apresenta alguns sintomas. Você deve ficar de olho neles para fazer o diagnóstico o quanto antes e estruturar planos para um próximo nível de produtividade. Ao escolher a carreira, muitas pessoas não se atêm ao fato de que isso pode modificar suas vidas completamente e, às vezes, enveredam por uma área que nem gostam.

Quando você perceber que está triste, olhando de cinco em cinco minutos para o relógio — com a intenção de saber quanto tempo falta para ir embora — ou, até mesmo, que não está tendo vontade de se levantar da cama para ir trabalhar, pode ter certeza de que é a estagnação aparecendo. Esses indícios deixam claro que você entrou em uma rotina metódica, na qual nada de novo acontece e isso acaba se tornando algo sufocante.

É bastante provável que os sinais — como preguiça, cansaço e sonolência —reflitam no corpo, uma combinação que põe a perder qualquer desafio que se tenha vontade de iniciar. Além disso, se não tomar cuidado, você pode entrar na armadilha mental da acomodação. A falta de reconhecimento por parte de superiores ou colegas de trabalho também é um fator importante a ser considerado, pois é um indício de que você pode não estar crescendo profissionalmente.

Quais são os erros mais comuns que levam à estagnação profissional?

Determinados comportamentos agravam a situação de paralisia profissional gerando muitas dificuldades durante a vida. A seguir, você vai conhecer alguns dos erros mais recorrentes e vai saber o que é preciso fazer para se livrar deles.

Levar a vida sem objetivos

Quem não tem a menor ideia do que deseja fazer em matéria de trabalho, acaba vivendo no estilo “deixa a vida me levar”, como canta Zeca Pagodinho. Para evitar que isso aconteça, trace metas a curto, médio e longo prazo, pois elas vão guiar seus passos, ajudando você a construir um currículo de sucesso.

Ter medo do novo

Uma das grandes armadilhas mentais é o medo de se arriscar e trilhar um caminho diferente, afinal, como não se sabe ao certo o que pode vir a acontece, isso tende a limitar as ações. Assim, para não ficar nesse espírito de luta contra o novo, tenha a mente aberta e abrace novas oportunidades que possam surgir, pois você pode tirar importantes ensinamentos ao longo do tempo.

Ignorar feedbacks construtivos

Alguém já disse, por exemplo, que talvez você estivesse exagerando em alguns aspectos e que se mudasse teria mais chances de ser notado? Pois bem, jamais ignore esse tipo de feedback e colha diversas opiniões sobre como as pessoas veem você. Desse modo, é possível identificar melhor as suas falhas e, a partir daí, corrigi-las imediatamente.

Entrar em um ciclo de reclamações

Sabe quando você está no seu departamento, tudo o que acontece acaba gerando irritação e sua primeira ação é culpar os outros pelas suas dificuldades? Então, agir nessa linha de “oh céus, oh vida, oh azar” só tende a aumentar a estagnação. Procure reclamar menos, encare os desafios como chances de se desenvolver e, principalmente, procure ter sabedoria para tomar as melhores decisões.

Perder oportunidades de evoluir

Há momentos em que a vontade de socializar é quase nula. Diversas oportunidades até passam pela sua frente, mas você não sabe se vão valer a pena ou não. Nessas horas, é preciso modificar as atitudes, investir em qualificação profissional e tomar as rédeas da sua vida, de maneira que você consiga a promoção que sonha, o reconhecimento pelo que tem feito e a estabilidade financeira, por exemplo.

Cair na armadilha da procrastinação

Você foi responder a um simples e-mail de trabalho e, quando se deu conta, já estava rindo à toa com vídeos de memes no YouTube? Saiba que é preciso tomar muito cuidado com a procrastinação para não prejudicar sua produtividade. Organize bem seus horários, a fim de dar conta dos afazeres e, nos momentos certos, desfrutar das pausas.

Deixar de se atualizar

Para sair de uma carreira estagnada, não há outra fórmula a não ser buscar conhecimento constante, afinal, continuar estudando é uma maneira eficaz de se destacar na função desempenhada. Seja qual for a profissão que você exerça, não queira ser apenas mais um número, e sim alguém essencial, com competência e aptidões necessárias para fazer a diferença.

Sempre que você estiver em dúvida sobre se está com a carreira estagnada, mude radicalmente tudo o que tinha planejado e se aventure em novos desafios. Lembre-se de que sair da zona de conforto é a melhor maneira de evoluir de fato.

Se você curtiu este artigo e quer ficar de olho nas novidades que postamos, nos siga nas redes sociais! Estamos no Instagram, Facebook, YouTube e Twitter!

Comentários